SSEX BBOX

SSEX BBOX

Criado em 2011, o [SSEX BBOX] é um movimento que atua na área da justiça social e procura dar visibilidade ao debate em relação às questões de gênero e sexualidade em várias partes do mundo.

Diante do cenário político atual, vemos uma saída possível para o cerco que se fecha: uma articulação dialógica e analógica. Sentar em roda, em mesas, em grupos com diversos atores sociais – militantes, ativistas, acadêmicos, artistas. Uma confabulação interseccional para pensarmos e desenharmos como agir a fim de refrear e resistir a essa onda de extremo conservadorismo que quer nos engolir com seus padrões de branquitude, heterossexualidade e cisgeneridade.

A 2ª Conferência Internacional [SSEX BBOX] & Mix Brasil transformou o Centro Cultural São Paulo em um espaço onde muitas pessoas se sentiram compreendidas em pontos importantes de sua luta, além de promover a reflexão sobre novas estratégias de enfrentamento à homofobia e à transfobia.

Assista o vídeo ★ Corpo: Artigo Indefinido

A grande tragédia de nosso mundo é que a verdade equilibrada do casamento de opostos foi esquecida numa supervalorização desastrosa do que pode ser chamado de valores masculinos “negativos” de poder, controle e dominação. Este desequilíbrio tem resultado numa crise global catastrófica que pode ser vista na nossa adoração econômica, política e cultural da hierarquia; no crescimento do fundamentalismo letal e diverso; no estupro obsceno da natureza e da terra; e nas visões religiosas de um divino que desnatura a matéria, degrada a sexualidade, desvaloriza o poder sagrado das relações e radicalmente mina a sacralidade da vida propriamente dita. O resultado é o potencial perigo terminal apocalíptico pelo qual estamos sendo ameaçados e o desespero, a falta de sentido e a falta de esperança que a todos assola.

 

No entanto, como o grande poeta e místico alemão Holderlin não nos deixa esquecer “De onde existe o maior perigo, brota a salvação”. Salvação nos dias de hoje, eu acredito, consiste na completa e irrestrita restauração do Sagrado Feminino – a Mãe – em todos os seus humores, maneiras, qualidades, paixões e poderes. Apenas o retorno da degradada e banida noiva a todo os seu esplendor pode fazer surgir um casamento sagrado autêntico entre o masculino que anseia por ser curado o feminino resplandescente e cheio de poder em todos os níveis de nossa vida interior e exterior. Com o total retorno da Mãe, a raça humana pode novamente ser preenchida pelo o seu entendimento e interdependência, pela a sua identificação em ilimitada compaixão com todos os seres sencientes, pelo seu grande clamor altamente curativo por justiça para todos e pelo seu cuidado terno com todas as formas de vida. Apenas o amor e a sabedoria da Mãe em ação em todas as arenas da vida poderão salvar a raça humana agora. O grande sábio indiano Aurobindo escreveu : “Se houver um futuro, ele usará a coroa de desenho feminino.”

 

Dostoiévski escreveu em Irmãos Karamazov: “O mundo será salvo pela beleza.” E o que Dostoiévski entendia por beleza não era, claro, a mera beleza estética, mas o brilho iluminado e iniciático da visão da sacralidade. A mais nobre e alta função da arte é retratar este brilho e quando, através da sagrada magia da arte, o coração é despertado para a visão da santidade de toda a criação, a beleza pode se tornar o combustível para a paixão de transformar o mundo.

 


Tradução Drix Feitosa

Por Andrew Harvey