SSEX BBOX

SSEX BBOX

[SSEX BBOX] é um projeto de justiça social, lançado em 2011, que procura dar visibilidade às questões de gênero e sexualidade em São Paulo, São Francisco, Berlim e Barcelona, cujo objetivo é fornecer instrumentos para a expansão da consciência, reduzir o isolamento, facilitar a educação, estimular a criação de comunidades e questionar antigos conhecimentos sobre a sexualidade e gênero, focado na temática / população LGBTQIA+.

Um dos projetos do [SSEX BBOX] é o DIVERSITY BBOX, uma iniciativa voltada para a inclusão social e a promoção da diversidade LGBTQIA+ e igualdade de gênero nas empresas e instituições, por meio de ações de educação e comunicação estrategicamente combinadas para possibilitar mudanças corporativas em prol de uma sociedade mais justa, democrática e igualitária.

Imaginem que o homem tem um ponto G. Agora, imaginem que esse ponto G nunca deve ser acessado em nome de uma suposta masculinidade. Chama-se próstata. Esse sistema da virilidade tradicional está tão entranhado na cabeça dos homens que muitos não vão experimentar seu próprio corpo em nome de um corpo coletivo. E diferente do caso feminino, não existem revistas especializadas em sexualidade masculina e nem programas de TV que deem dicas de como explorar essa zona. Instigado por essa questão, Priscilla Bertucci e Vinicius Nascimento conversaram com alguns especialistas como o médico José Ricardo Coutinho, membro titular da Sociedade Brasileira do Coloproctologista e a sexóloga Carla Cecarello, o resultado é um curta de 15 minutos. 

Aproveite sua próstata

Duração da atividade: 15’
Curta-metragem: Aproveite sua próstata
Classificação indicativa: 16 anos
Direção / Produção – Vinicius Nascimento e Priscilla Bertucci
Roteiro – Daniela Avellar
Edição – Vinicius Nascimento
Câmera – Miguel Moura e Priscilla Bertucci
Edição de som / mix – Ricardo Bento
Imagens Adicionais – Duda Las Casas
Pesquisa de imagem e trilha sonora – hationstro


Quatro coisas indispensáveis para fazer um sexo anal incrível

Por Charlie Glickman

Provavelmente, você não vai se surpreender se eu disser que adoro sexo anal. Afinal, eu sou um dos autores do Guia Definitivo para o Orgasmo de Próstata, além de ensinar em diversos workshops sobre prazer anal, massagem da próstata e tópicos relacionados. Claro que isso não é tudo o que eu faço, mas diante do grande número de pessoas que fantasiam a respeito do sexo anal, não é de se admirar que eu receba incontáveis e-mails e perguntas sobre como fazê-lo e torna-lo divertido.

A grande questão sobre o sexo anal é que você realmente precisa saber o que está fazendo, se quiser causar prazer e bem-estar – se quiser que seja gostoso. Tanto dentro quanto ao redor da bunda, os nervos são extremamente sensíveis, proporcionando tamanho potencial erótico. Isso também significa que, se você não fizer direito, o jogo anal pode passar de delicioso a dolorido muito rapidamente. Todas as dicas e instruções de como fazer o sexo anal prazeroso estão em meu livro e também nos workshops, mas a atitude certa é ainda mais importante do que as habilidades técnicas. Então, aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a aproveitar ao máximo sua aventura anal.

1 – Você vai gozar mais rápido se diminuir a velocidade

Uma das muitas maneiras pelas quais a pornografia é terrível é que os artistas quase sempre simplesmente vão direto ao ponto, sem qualquer aquecimento ou lubrificação. Isso tudo acontece por trás das câmeras. Infelizmente, quando os telespectadores tentam imitar o que veem na tela, podem facilmente se machucar ou seus parceirxs. Muitas das mensagens que recebo são de pessoas que desejam saber como fazer sexo anal de forma mais confortável e mais frequente e parte do problema é que eles estão fazendo tudo muito rápido. Minha sugestão número 1 para que o sexo anal seja incrível é: diminua o ritmo. Diminua bastante. Diminua ainda mais que isso. Confie em mim. Existem algumas razões pelas quais isso pode ajudar e muito. Primeiro, o músculo anal interno é controlado pelo sistema nervoso autônomo. Como resultado, ainda que a prática e a experiência nos ajudem a influenciá-lo, ele – o músculo anal –  não está totalmente sob nosso controle. Ele vai contrair sempre que sentirmos estresse, ansiedade, preocupações ou desconforto. Logo, se você estiver se movendo mais rápido do que o corpo dx parceirx deseja, muito provavelmente o cú irá retrair, como uma resposta protetiva. A melhor maneira de evitar que isso aconteça é oferecer estímulos super lentamente, convidando a bunda ao relaxamento. Em segundo lugar, quanto mais lento você for, mais atenção poderá dar às pequenas mudanças nos sinais de excitação dx parceirx e fazer ajustes conforme necessário. Mesmo as pessoas muito experientes com sexo anal podem aproveitar ainda mais se não tiverem pressa.  Em terceiro lugar, existem duas sensações distintas que podem afetar a forma como alguém curte sexo anal. Primeiro, há o relaxamento dos músculos anais à medida que eles se abrem. Muitas pessoas gostam dessa sensação. Segundo, há a sensação enquanto um dedo, brinquedo ou pênis entra e sai. Se os músculos ainda não estão relaxados, este movimento para frente e para trás pode causar muita fricção, pois o ânus está contraindo e aumentando a pressão. Essa fricção pode ser desconfortável, mesmo quando há bastante lubrificante. Quanto mais lento você for, menos fricção existirá. Uma vez que o receptor está mais relaxado e excitado, esta questão deixa de ser um problema.  Uma das minhas formas favoritas de sessões práticas de coaching com casais é demonstrar o quão lento eu quero dizer, ao mostrá-lo no receptor e orientar o doador enquanto praticam. Muito frequentemente, pensam que estão desacelerando o suficiente, e eu digo que estão no 7 quando eu os quero no 3. Isso faz a diferença. É claro que as pessoas mais familiarizadas com a prática do sexo anal, que sabem do que gostam e como seus corpos respondem aos estímulos podem acelerar o processo. Mas isso é algo que vem com a experiência. Então, geralmente a melhor ideia é começar devagar e ir acelerando aos poucos do que começar rápido e tornar o sexo anal menos divertido do que poderia ser.

2 – Desprenda-se das expectativas

Geralmente, quando as pessoas pensam em sexo anal, assumem que isso significa relações sexuais ou pelo menos, penetração. Mas você não precisa fazer isso para se divertir com prazer anal. Na verdade, pode ser maravilhoso concentrar os estímulos no músculo externo e áreas adjacentes, sem qualquer penetração. Quanto mais pressão para um determinado resultado, mais difícil poderá ser simplesmente aproveitar as possibilidades eróticas daquele momento, pois o estresse interfere. E mesmo pessoas que tem experiência com sexo anal às vezes não estarão dispostas, pois tiveram um dia difícil, por exemplo. Eu trabalhei com muitas pessoas que tentaram fazer com que seus corpos apreciassem algo sem estarem preparadas ou dispostas naquele determinado dia, e quanto mais tentavam força-lo, pior era a sensação.

Se você se desprender de qualquer expectativa sobre o tipo de prazer que está explorando e em vez disso, concentrar-se no que está gostoso no momento, você criará muito mais espaço para o prazer e a excitação. Às vezes, isso pode criar oportunidades para a penetração, mas não se preocupe se isso não acontecer. Na verdade, se você aprender a se divertir sem pressionar um determinado tipo de atividade erótica anal, poderá perceber que as sessões futuras serão muito mais suaves, uma vez que ambos sabem que é possível curtir o momento, não importa o resultado final. Quanto mais vocês seguirem o prazer sem esperar qualquer rota específica, mais irão desfrutar do prazer anal. Ajuda quando você conhece diferentes maneiras de fazê-lo e você pode se surpreender ao descobrir quantas opções você tem. Há muitos prazeres que suas mãos e dedos podem proporcionar ao traseiro de seu parceiro. Não é complicado, mas nem sempre é intuitivo. O DVD Massagem Anal para Relaxamento e Prazer irá mostrar tudo o que você precisa saber e está disponível na Amazon ou por meio da New School of Erotic Touch. Você também pode aprender muito com o DVD de Jaiya Esplêndida Massagem Anal.

3 – Não esqueça de incluir outros prazeres

Independente se houver penetração ou não, uma das melhores maneiras de fazer do prazer anal uma experiência incrível é incluir outras zonas erógenas. É fácil concentrar-se tanto no que está fazendo para ajudar no relaxamento e causar prazer que você acaba esquecendo o resto do corpo. Isso significa que você está perdendo muito do potencial erótico. Isso é especialmente importante para as pessoas que estão apenas começando a explorar brincadeiras anais. Eu descobri que uma maneira muito eficaz de trazer algo novo para a vida sexual é torná-lo complemento de prazeres já conhecidos. A excitação deixa tudo melhor e fazer algo que você já conhece e sabe que gosta pode ajudá-lo a sentir-se mais seguro. Pense nisso como incluindo uma nova guarnição em vez de modificar o prato principal. Pode ser complicado dar atenção à bunda de umx parceirx ao mesmo tempo que dá prazer ao pênis, clitóris, vagina e outros pontos sensíveis (não esqueça os mamilos!), então uma ótima maneira de manejar isso é fazer com eles usem as próprias mãos ou brinquedos sexuais enquanto você se concentra na bunda. Lembre-se de que o prazer anal não precisa ser necessariamente apenas sobre a bunda, a não ser que desejem que seja.

4 – Toque-os com cuidado

Além de cheio de nervos sensíveis, o ânus é um lugar com o qual as pessoas relacionam muitas emoções diferentes. Muitas vezes mantemos sentimentos desafiadores como raiva, medo ou vergonha no assoalho pélvico. Quando essas emoções estão ligadas a experiências passadas de sexo doloroso ou trauma sexual, podem se manter ainda mais fortes. Portanto, é bastante comum que as pessoas tenham diversos sentimentos quando aprendem a relaxar os músculos pélvico e anal.

Uma das coisas mais importantes que você pode fazer sexo anal é tocar a pessoa com cuidado. Traga amabilidade às suas mãos, diga ao corpo do outro que você se preocupa com ele e com a forma como se sente. Isso não significa que não poderá ter sexo selvagem e atrevido. Tocar com cuidado não exige que você seja gentil. Considere como uma intensa e profunda massagem nas costas pode ser administrada com cuidado e ao mesmo tempo ser bastante poderosa. Se você quer um prazer anal intenso, você ainda pode fazê-lo com cuidado.

Quando você dá atenção ao outro, se aproxima do momento presente ao invés de ficar preso às suas fantasias ou expectativas de como as coisas vão acontecer. Isso lhe dá espaço para se concentrar em como você toca e o que comunica com seus dedos. As pessoas podem sentir isso, ainda que não consigam traduzir em palavras. E quando o outro sentir este cuidado para com seu corpo, seu prazer e seu coração, se sentirá mais seguro. Isto cria mais relaxamento e expande a capacidade de prazer e bem-estar.

Isso tudo parece familiar

Claro, você não precisa fazer essas coisas apenas com sexo anal. Desacelerar, liberar expectativas, incluindo mais prazeres e tocar com cuidado pode fazer qualquer tipo de sexo mais quente e mais divertido. Isso é porque se estabelece uma base de segurança e conforto, tornando possível construir paixão e energia. Ao mesmo tempo, o ânus é tão física e emocionalmente sensível que a criação dessa base pode ser ainda mais importante do que para outros prazeres sexuais, pelo menos para algumas pessoas. Isso é especialmente verdadeiro para quem já foi pressionado a ter sexo anal e não se sentia bem, ou para qualquer um que tenha sido agredido sexualmente. Eu treino muitas pessoas que foram persuadidas a praticar sexo anal quando não queriam ou que não entendiam como fazê-lo direito ou ainda que tiveram experiências dolorosas, cujo consentimento e autonomia tenham sido violados. Sempre que essas pessoas decidem explorar o prazer anal, eu lhes digo que essas quatro etapas são essenciais. Se eles (ou seus parceiros) não se sentem confiantes para realizar todos eles, eu os ajudo a aprender essas habilidades como parte da aprendizagem de como fazer as brincadeiras anais serem prazerosas. Muitas vezes, essas pessoas percebem que o resto de suas vidas sexuais também melhoram.

Aprenda a fazer um sexo anal incrível

Um dos desafios que eu vejo que os casais enfrentam é que o sexo anal é muito mais fácil de fazer quando pelo menos um parceiro sabe o que está fazendo. Quando ambos são novatos, há muito mais chance de algumas dessas etapas se perderem. Felizmente, existem grandes recursos disponíveis. Além do filme APROVEITE SUA PRÓSTATA , você pode descobrir mais sobre isso no link abaixo. E, entretanto, lembre-se: desacelere, libere suas expectativas, inclua outros prazeres e toque com cuidado. Se você fizer todas essas coisas, você estará no caminho certo para um sexo anal incrível.

Disponíveis em português o canal canal Sexualidade e Você da Sexóloga Carla Cecarello.